NT 2023.0004424 autismo - NATJUS TJMG

dc.contributor.authorNATJUS TJMG
dc.date.accessioned2023-09-27T19:36:45Z
dc.date.available2023-09-27T19:36:45Z
dc.date.issued2023-09-25
dc.description.abstract✔ No caso em tela não é possível determinar o diagnostico de autismo ✔ Consta nos autos exame de imagem que descreve “focos de gliose/sequela hipoxêmia injuria neonatal; portanto trata-se de paralisia cerebral ( figura 3 ) ✔ Existem prerrogativas legais ( benefícios fiscais entre outros) para os portadores de autismo mas não para os paciente portadores de paralisia cerebral ✔ Apesar de estudos mostrarem benéficos do uso de canabidiol em diversas condições neurológicas o diagnostico correto ESSENCIAL, a critério do juízo deve ser relizada perícia médica para definição do diagnostico ✔ Ainda não existe consenso na literatura quanto ao uso de canabidioídes para tratamento do TEA , e de outros distúrbios com sintomascomportamentais,psicológicos,motores,neurocognitivos,n europsiquiátricos como na doença de Alzheimer , doença de Parkinson ✔ O canabidiol (CBD) surge como uma possível estratégia para o tratamento dos sintomas de TEA, caso paciente seja portador de TEA ✔ O fornecimento d
dc.identifier.urihttps://bd.tjmg.jus.br/handle/123456789/14181
dc.language.isopt
dc.titleNT 2023.0004424 autismo - NATJUS TJMG
Arquivos
Pacote Original
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
NT 2023.0004424 autismo.pdf
Tamanho:
452.86 KB
Formato:
Adobe Portable Document Format
Descrição:
Licença do Pacote
Agora exibindo 1 - 1 de 1
Carregando...
Imagem de Miniatura
Nome:
license.txt
Tamanho:
1.71 KB
Formato:
Item-specific license agreed upon to submission
Descrição:
Coleções